Home Portal do Níquel Galvabrasil Prêmio Brasil Galvanizado Zinco Salva Crianças Facebook EN

Consultor técnico

Envie suas dúvidas para nosso consultor técnico.

1- Sou técnica de segurança do trabalho de uma empresa que trabalha com fundição de zinco. Para a lubrificação do zinco é utilizado o grafite que por sua vez faz o ambiente ficar mais pesado. Existe uma grande quantidade de grafite em suspensão, que chega a toda uma linha do processo, pondo em risco os trabalhadores pela quantidade existente no ar. Então, gostaria de ter uma resposta para essa minha dúvida, que vem me perturbando que seria a substituição do grafite por outro fluido/lubrificante.

Com relação a sua dúvida sobre lubrificação, temos conhecimento da utilização de uma emulsão de silicone com água (35%) para lubrificar os moldes nos quais o zinco é fundido. Entretanto, não podemos afirmar que esta solução é aplicável ao seu processo de extrusão.

2- Sou de uma empresa que atua na área industrial voltada a fabricação de equipamentos de ar condicionado. Em um caso específico utilizamos chapa galvanizada no interno de nossas maquinas. Quando compramos, solicitamos que o revestimento fosse tipo “B”, quando observamos o certificado tomamos ciência da seguinte informação: Z180. Estamos com a presença de uma corrosão branca nas chapas, assim, solicito ajuda para alguma solução deste problema, lembrando que os equipamentos não mais podem ser desmontados.

Corrosão Branca é o nome dado aos depósitos brancos que se formam na superfície das peças zincadas, devido ao armazenamento e transporte sob condições de má ventilação e umidade. Apesar da aparência a corrosão branca não compromete o revestimento original do zinco. Em caso de dúvida, deve-se proceder a limpeza da região afetada e verificar a espessura da camada. Pode-se limpar a parte afetada c/pano umedecido em vinagre (cozinha).

Proteger a matéria prima estocada da umidade e c/boa ventilação.

A norma usada é a ABNT NBR 7008.

3- Trabalho em uma metalúrgica e produzimos estampos com a necessidade de tratamento superficial e recentemente recebemos peças de nosso fornecedor do tratamento com uns pontos de corrosão, no contato com a empresa não foi evidenciado nenhum tipo de produto que ocasionaria tal problema.

Tipo de material da peça a ser banhada: Aço SAE 1006/1008 na espessura de 1,5mm.

Tipo do tratamento superficial aplicado: Zincado Clear, cromo trivalente com camada mínima de 9 microns.

As peças chegaram do fornecedor já embaladas em lotes de 20 peças enroladas em filme plástico, para enviar a nosso cliente são colocados os sub-lotes em caixa de papelão.

Vimos às fotos informamos que pode ser pingo de gancheiras, problemas na chapa, problemas com as peças embaladas com umidade, ou armazenamento ou até mesmo falhas de zincagem ocorrendo às manchas de ferrugem.

Essas peças mesmo galvanizando hoje as manchas não sumirão, porém estarão galvanizadas, se quiser pode nos mandar uma peça para ser feita amostra.

4- Qual a diferença entre chapa galvanizada e chapa galvanizada MINIMIZADA?

Cristais Normais x Cristais Minimizados

A resistência à corrosão das chapas galvanizadas é determinada basicamente pela camada de zinco que por sua vez é proporcional à espessura do revestimento. Quanto mais espesso for o revestimento de zinco, maior será a durabilidade do material galvanizado, considerando-se um mesmo ambiente. Na maioria das atmosferas o revestimento de zinco proporciona excelente resistência à corrosão uma vez que a velocidade de corrosão do zinco é, em média, 25 vezes menor do que a do aço sem revestimento.

As chapas galvanizadas são produzidas com diversos acabamentos superficiais dentre eles o cristal normal e o cristal minimizado. As chapas galvanizadas com cristais normais apresentam brilho metálico e desenho de flores resultantes do livre crescimento dos cristais de zinco durante o processo de solidificação. Este material é utilizado, na maioria das vezes, em aplicações sem pintura do segmento de construção civil tais como telhas, tapamentos laterais, etc. É utilizado ainda na fabricação de silos e equipamentos agrícolas. Já as chapas galvanizadas com cristais minimizados apresentam uma superfície mais lisa e com aparência mais regular, o que é adequado para aplicações que exijam pintura posterior. Esse material é muito utilizado na fabricação de telhas pré-pintadas.

A escolha do acabamento deve levar em conta a aplicação do produto, sendo o cristal minimizado recomendado para aplicações que exijam pinturas. É importante ressaltar que, em termos de resistência à corrosão, o acabamento superficial não tem nenhuma interferência uma vez que a resistência a corrosão é diretamente proporcional à espessura do revestimento, ou seja, não existe nenhuma relação com o acabamento da superfície.


Saiba mais sobre revestimento »


Voltar

Associados ICZ

B.BOSCH GALVANIZAÇÃO DO BRASIL
Galvânica Beretta Ltda
Galvanização Beretta Ltda.
Ind. Tudor de Baterias
Indústria Elétrica Marangoni Maretti Ltda.
Morlan S. A.
TRATHO METAL QUÍMICA LTDA.
Votorantim Metais S/A
ZINKPOWER
Ztec Galvanização a fogo