Home Portal do Níquel Galvabrasil Prêmio Brasil Galvanizado Zinco Salva Crianças Facebook EN

O Zinco e o Meio Ambiente

O Zinco é Natural

O zinco é parte da natureza e existe naturalmente no ar, água e solo. O zinco é continuamente mobilizado e transportado no meio ambiente, como resultado dos processos naturais de erosão, incêndios das florestas, formação e aerossol acima do mar, erupções vulcânicas e atividade biológica. Conseqüentemente, o zinco esta naturalmente presente em todo o meio ambiente.

Níveis naturais secundários do zinco no meio ambiente

Mar costeiro 0,5 – 1 עg/I
Rios de vales 5 – 30 עg/I
Rios de montanhas <10 עg/I
Grandes lagos 0,09 – 0,3 עg/I
Riachos em áreas mineralizadas >200 עg/I
Ar (rural) 0,01 – 0,2 עg/m³
Solo

10 – 300 mg/kg
Rochas originais 2 – 1500 mg/kg
Corpos minerais 5 a mais de 15%
Mar aberto 0,001 – 0,06 עg/I

Fonte: Van Assche et al. 1996

O Zinco é um Elemento Essencial

Todas as formas de vida na terra evoluíram na presença do zinco, que é utilizado pela natureza para processos biológicos específicos (ver Fatos sobre o Zinco e a Saúde Humana). Os níveis de zinco são auto-regulados pela maioria dos organismos. O zinco não é biomagnificado. A biodisponibilidade de zinco, e não os níveis totais de concentração, é que tem significado ecológico. A biodisponibilidade do zinco depende das propriedades químicas e físicas do meio ambiente e dos processos biológicos, como temperatura, pH, dureza da água, idade e tamanho do organismo e outros fatores. O zinco é um metal reativo que se combina facilmente com outros elementos para formar compostos insolúveis que não são biodisponíveis.

Todos os Organismos Vivos Precisam de Zinco

O corpo humano adulto contém 2-3 gramas de zinco. O zinco é essencial para a boa saúde (ver Fatos sobre Zinco e a Saúde Humana). A ingestão diária de zinco recomendada é de 12 mg/dia para mulheres, 15 mg/dia para homens e 7-11 mg/dia para crianças, dependendo da idade. A deficiência de zinco foi relatada em uma ampla gama de plantas agrícolas e animais com graves efeitos sobre todos os estágios da reprodução, crescimento e proliferação de tecido. De todos os micronutrientes necessários para as plantas, o zinco é o que mais comumente falta no solo (Organização de Alimentos e Agricultura NU, 1990).

O Zinco é Reciclável ... e um Recurso Sustentável

O Zinco é reciclável infinitamente sem qualquer perda de suas propriedades químicas e físicas. Atualmente, cerca de 30% do suprimento mundial de zinco vem reciclado (ver Reciclagem do Zinco). Devido à durabilidade e longa vida útil da maioria dos produtos de zinco que, em alguns casos, duram mais de 100 anos sem manutenção, uma grande quantidade do zinco produzido no ano passado ainda é utilizado, constituindo um recurso valioso e sustentável para as gerações futuras. Alem disso, as reservas globais de minério de zinco, ao contrario de diminuírem, na verdade aumentaram nos últimos 25 anos.

A Utilização do Zinco tem Benefícios Ambientais

Poupa energia: por prolongar a vida e a durabilidade do aço, o zinco economiza enormes quantidades de energia que, do contrario, seriam necessárias para substituir freqüentemente as estruturas de aço corroídas e os bens manufaturados. Por exemplo, se a folha de aço produzida na Suécia não fosse revestida com zinco, nos iríamos gastar uma quantidade de energia que corresponde à produção anual de uma usina elétrica. No entanto, o aço protegido com zinco é um material com duração singular que da uma contribuição significativa para a economia dos recursos energéticos em uma escala global, ajudando assim a reduzir o aquecimento global.

Salva as florestas: o aço revestido de zinco, que é 100% reciclável, é utilizado cada vez mais para a construção industrial, comercial e residencial. Isto significa, por exemplo, que uma casa típica de uma família norte-americana, tradicionalmente construída com madeira, pode agora ser construída a um custo competitivo da sucata de seis automóveis, em vez de 1 acre (0,4 hectare) de floresta. Isto reduz a pressão sobre os recursos florestais e os habitats naturais que as florestas oferecem.

Purifica a água: o zinco é utilizado em sistemas modernos de purificação de água para água potável e água para processos industriais e no tratamento de águas servidas.

Melhora a qualidade do ar: as baterias de zinco são utilizadas para mover veículos com emissão zero, contribuindo assim para uma melhor qualidade do ar urbano.

Fatos sobre o Zinco e o Meio Ambiente

As emissões Antropogênicas estão Diminuindo.

A maior emissão natural de zinco na água resulta da erosão. Insumos naturais para o ar devem-se principalmente as emissões ígneas e aos incêndios florestais. As fontes antropogenicas (feitas pelo homem) de zinco vem da mineração, instalações de produção de zinco e de metal, corrosão de estruturas galvanizadas, combustão de carvão e combustível, remoção e incineração de lixo, e ao uso de fertilizantes e agroquímicos que contem zinco. Muitos indicadores – por exemplo, a concentração de zinco na neve e no gelo da Groenlândia, os níveis de zinco no rio Reno ou índices de corrosão do zinco em Estocolmo – combinam-se para mostrar que as emissões antropogenicas de zinco nos paises industrializados foram substancialmente reduzidas nos últimos 20 anos e continuam a diminuir. As causas desta redução incluem o controle efetivo das emissões de fonte do ponto industrial e a redução geral do SO2 atmosférico (uma causa da chuva acida), que resultam em índices mais baixos de corrosão do zinco e subseqüentemente, em revestimentos de zinco mais duráveis.

Reciclagem de Zinco

  • O zinco é completamente reciclável sem qualquer perda das suas propriedades físicas ou químicas.
  • 80% do zinco disponível para reciclagem é atualmente reciclado
  • 30% da oferta mundial de zinco – 2,9 milhões tm – vêm do zinco reciclado. Os 70% restantes originam-se de minérios de zinco.
  • Apenas a reciclagem de latão recupera mais de 600.000 tm de zinco por ano.
  • Estima-se que a oferta de sucata de aço revestido com zinco aumente em mais de 50% nos próximos dez anos.
  • Devido à sua longa vida útil da maioria dos produtos de zinco que, em alguns casos, podem durar mais de 100 anos sem manutenção, uma grande quantidade do zinco produzido no passado ainda é utilizada, constituindo um recurso valioso e sustentável de zinco para as gerações futuras.
  • O zinco é reciclado – das operações de fabricação e processamento (“sucata de processo”ou “nova sucata”) como folha de zinco e pedaços e rebarbas de aço galvanizado, resíduos galvanizados, retornos de fundição sob pressão, sucatas de usinagem de latão, reciclagem de aço.
    - dos produtos descartados (“resíduos pos-consumo”ou “sucata velha”) como automóveis, pneus, aparelhos domésticos, componentes eletrônicos, mobiliário de rua, pecas galvanizadas de prédios, telhados e calhas de zinco desmontados, etc.
  • Os produtos feitos de zinco ou revestidos com zinco são muito duráveis.

Assim, o intervalo entre o uso do zinco para a fabricação de um produto e seu retorno para o circuito de reciclagem como sucata pode demorar mais de um século.


Principais Fontes de Zinco para Reciclagem:

Ciclos de Vida Típicos dos Produtos que contem Zinco
Produtos Usos Ciclo de Vida (anos)
Folha de Zinco Telhados 100 +
  Revestimentos 200 +
Produtos de Latão Ampla Gama 10 +
Peças de unidades Carros, aparelhos, ferragens, etc 10 – 15 +
Revestimentos Galvanizados Carros, telhados e revestimentos de edifícios 10 – 15 +
Produtos Fabricados Ampla gama de estruturas: Instalações industriais, rodoviárias e de usina elétricas 25 +
Substancias Químicas de Zinco Pneus, produtos de borracha 1 – 5


Saiba mais sobre as Características Técnicas do Zinco »

Conheça o Portal da Galvanização »

Associados ICZ

B.BOSCH GALVANIZAÇÃO DO BRASIL
Galvânica Beretta Ltda
Galvanização Beretta Ltda.
Ind. Tudor de Baterias
Indústria Elétrica Marangoni Maretti Ltda.
Morlan S. A.
TRATHO METAL QUÍMICA LTDA.
Votorantim Metais S/A
ZINKPOWER
Ztec Galvanização a fogo