Home Portal do Níquel Galvabrasil Prêmio Brasil Galvanizado Zinco Salva Crianças Facebook EN

Vergalhões

Técnicas | Manutenção | Revestimentos | Parafusos | Vergalhões | Pintura


Armações Galvanizadas por Imersão a quente

Objetivo

Proteger a estrutura contra a corrosão da armadura. Evitar a formação de trincas, desplacamento e manchas na superfície do concreto. A deterioração do concreto compromete a resistência mecânica da estrutura.

Propriedades do vergalhão galvanizado em comparação com o não galvanizado

Propriedade Observação
Limite de resistência a ruptura Inalterada
Limite de escoamento Inalterado
Ductibilidade Inalterada
Resistência a fadiga Maior
Aderência ao concreto Igual ou maior (*)

(*) Estudos indicam que o desenvolvimento total da aderência pode ocorrer em tempo maior do que no vergalhão não galvanizado dependendo da reação entre o zinco e a pasta de concreto. Contudo, após esse período, a aderência tende a ser maior.

Armações Galvanizadas por Imersão a quente

Comparação de Aderência

Estudos realizado pela Universidade de Berkeley, Califórnia – EUA comparam a aderência do concreto no aço galvanizado e no aço não galvanizado.

Mesmo após 20 anos, a estrutura da figura ao lado localizada em ambiente marinho altamente agressivo teve de ser britada para a separação do concreto no vergalhão Fonte: AGA

Armações Galvanizadas por Imersão a quente

Norma ASTM A-767

Dita os princípios para a galvanização de barras de aço para reforço do concreto.

Norma ASTM A-767

Principais pontos

I - Espessura da Camada (Tabela 1)

Classe e número Espessura
g/m2 µm
Classe I Nº 3 915 130
Classe I Nº 4 ou maior 1070 150
Classe II Nº 3 ou maior 610 85

II - Cromatização dos vergalhões (Item 4.3)

Cromatização dos vergalhõesAspecto de vergalhão galvanizado por imersão a quente. Fonte: www.galvanizeit.com

Após a imersão dos vergalhões no banho de zinco, deve-se proceder o resfriamento em banho cromatizante de ácido crômico e bicromato de sódio a fim de evitar que o zinco reaja com o cimento fresco do concreto (fragilização por liberação de gás hidrogênio).

Este processo é utilizado nas galvanizações para evitar a corrosão branca.

III – Cuidados na união de armações galvanizadas e não galvanizadas
(Apêndice X2)

Devido a diferenças de potencial elétrico, o contato direto entre vergalhões galvanizados e não galvanizados promove a migração de íons de zinco para fora do concreto gerando manchas em sua superfície.

Caso sejam colocados em contato, estes materiais devem ser isolados eletricamente. Portanto qualquer material em contato com o vergalhão galvanizado (arames para amarração, espaçadores, etc.) também deve ser galvanizado ou isolado eletricamente.

Nestas junções os aços não galvanizados podem ser isolados eletricamente através do uso de tintas ricas em zinco.

Proteção do vergalhão – Aspecto Prático

Proteção do vergalhão – Aspecto Prático

Fonte: Galvanized Rebar, adaptado pelo autor

Exemplo: Museu Iberê Camargo - Porto Alegre/RS

Museu Iberê Camargo - Porto Alegre/RS

Aspecto de armação galvanizada por imersão a quente (28/06/04)


Saiba mais sobre pintura »


Voltar

Associados ICZ

B.BOSCH GALVANIZAÇÃO DO BRASIL
Galvanização Beretta Ltda.
Galvanização Raitz
Ind. Tudor de Baterias
Morlan S. A.
Nexa Resources
Oxiprana Indústria Química Ltda
PIGMINAS Fábrica de Pigmentos Minas Gerais
TRATHO METAL QUÍMICA LTDA.
Zinc Metais
ZINKPOWER
Ztec Galvanização a fogo