Home Portal do Níquel Galvabrasil Prêmio Brasil Galvanizado Zinco Salva Crianças Facebook EN

Notícias e Artigos Explore mais notícias e artigos

05/10/2016

Projeto de níquel no Pará pode gerar US$ 328 Mi a investidores

Fonte: Notícias de Mineração Brasil

A Horizonte Minerals divulgou segunda (3) mais um estudo preliminar de viabilidade econômica (PFS, em inglês) para o projeto de níquel Araguaia, no Pará. O documento, baseado em reservas provadas e prováveis de 24,6 milhões de toneladas de minério com 1,77% de níquel, mostra um valor presente líquido (VPL) de US$ 328 milhões, considerando o preço do níquel de US$ 12 mil a tonelada.

O estudo, preparado segundo critérios do padrão canadense NI 43-101, inclui tanto a área do projeto Niquel Araguaia (HZMA) quanto do projeto Glencore Araguaia (GAP). A vida útil do empreendimento (LOM, em inglês) é de 28 anos e considera a produção anual de 14,5 mil toneladas de ferroníquel por ano com o uso de um único forno calcinador rotatório elétrico (RKEF, em inglês).

Segundo dados da mineradora, a taxa interna de retorno (TIR) pode chegar a 19,3%. “Espera-se que o projeto gere US$ 1,3 bilhão em fluxo de caixa livre ao longo da vida útil com o níquel a US$ 12 mil a tonelada”, diz a empresa em nota divulgada hoje. Na sexta-feira, o metal foi cotado a US$ 10,4 mil por tonelada.

Se o metal tiver preço médio de 14 mil a tonelada, o VPL e a TIR podem chegar a US$ 581 milhões e 26,4%, respectivamente. O empreendimento conta com minério de alta qualidade com teor médio de níquel de 1,96% para os dez primeiros anos de operação e o custo de produção deve ficar entre os mais baixos do mundo, cerca de US$ 3,15 por libra, ou US$ 6.948 por tonelada de níquel.

“O próximo marco relevante no desenvolvimento do Araguaia é o estudo de viabilidade, o qual esperamos iniciar no primeiro trimestre de 2017. Paralelamente a isso, vamos investigar as opções de financiamento disponíveis, bem como parceiros de suprimento. Acreditamos que a linha de tempo para o desenvolvimento do Araguaia esteja bem alinhada com a as expectativas de mercado de um aumento do preço do níquel a médio prazo”, disse o CEO da Horizonte, Jeremy Martin em nota.

Segundo ele, o importante é que o PFS demonstra que o projeto tem fluxo de caixa positivo aos preços atuais do níquel. “A demanda futura parece ser forte com o crescimento previsto indo de 2% a 4% este ano, e espera-se que a demanda supere a oferta, assegurando que o Araguaia seja um projeto irresistível para gerar valor para os acionistas. Isso, combinado com fortes fundamentos econômicos, confirma que o Araguaia está bem posicionado para ser um dos mais importantes projetos de níquel a serem desenvolvidos”, disse Martin.


Leia outras notícias e artigos

Associados ICZ

B.BOSCH GALVANIZAÇÃO DO BRASIL
Galvanização Raitz
Ind. Tudor de Baterias
Morlan S. A.
Nexa Resources
Oxiprana Indústria Química Ltda
PIGMINAS Fábrica de Pigmentos Minas Gerais
TRATHO METAL QUÍMICA LTDA.
Zinc Metais
ZINKPOWER
Ztec Galvanização a fogo